quinta-feira, 13 de setembro de 2012

CLARA SCHUMANN - Piano Concerto Op. 7 - 23:24



 Clara Schumann - Piano Concerto Op. 7 in A minor
 

Homenagem Google aos 193* anos de Clara Schumann

Clara Schumann foi compositora, concertista, esposa e mãe de oito filhos do compositor Robert Schumann. Teve, em vida, êxito e fama internacionais, além de ter suas composições editadas, apreciadas e apresentadas por diversos músicos da Europa. Sua atuação como intérprete – Clara era considerada a maior pianista de sua época – lhe possibilitou ganhar dinheiro suficiente para manter-se, e aos filhos, depois da internação e morte de Schumann, em 1856. Mas para ter seu nome sempre entre os maiores virtuosos do mundo ocidental, Clara Schumann abdicou de sua carreira como compositora e assumiu uma verdadeira maratona de turnês de concertos.

A história de amor de Clara e Robert assemelha-se à tragédia shakesperiana de Romeu e Julieta, pela proibição imposta pelo pai de Clara, Friedrich Wieck. Não obstante, os dois namorados uniram-se pelo casamento, após vencerem uma batalha judicial contra Wieck que durou mais de um ano. Por tudo isto, Clara Schumann tornou-se conhecida do público atual através das biografias de seu marido Robert Schumann, ou seja, como mulher de compositor.


 
 
 Leia um trecho do livro
São Paulo, 10 de março de 2006.
Exmo. Sr. Juiz do Comitê Internacional da Música


Venho, por meio desta, encaminhar o pedido de abertura de processo
da reclamante Clara Schumann, mulher, viúva, mãe de oito filhos do
finado compositor Robert Schumann, nascida em Leipzig no dia 13 de
setembro de 1819 e morta na noite de 20 para 21 de maio de 1896.


Clara Schumann vem, através de procuração dada à minha pessoa,
Eliana Maria de Almeida Monteiro da Silva, reclamar seus direitos de
compositora, reconhecida publicamente através de depoimentos deixados
por autoridades do mundo musical, tais como Felix Mendelssohn
Bartholdy, Johannes Brahms e Charles Rosen, entre outros.


A reclamante em questão se diz injustiçada pelo fato de ter sido,
após sua morte e durante mais de um século, reduzida à mera figura de
esposa de compositor, personagem de romance e protagonista da tragédia
que foi sua própria vida.


Nem sequer sua fama de virtuose permaneceu... Esqueceram-se da
maior pianista do século XIX, da única mulher que teve a honra de ser
comparada a Franz Liszt no cenário europeu!


Assim, Exmo. Juiz, peço permissão para abrir este processo de avaliação
e valorização da obra da compositora Clara Wieck-Schumann, por
meio de investigação, catalogação e análise detalhada de suas peças, numa
tentativa de divulgar sua música e recolocá-la no lugar que ela merece, ou
seja, entre as obras dos compositores românticos que figuram nos programas
de concerto e nas prateleiras de gravações.
Sem mais, subscrevo-me.


Eliana Monteiro da Silva

LEIA UM TRECHO DO LIVRO
30 primeiras páginas. Arquivo PDF.

 Capa
CLARA SCHUMANN
Compositora X Mulher de Compositor 

 
...baseada em fatos e documentos reais.”



ELIANA MONTEIRO DA SILVA
Biografia / Música

ISBN: 9788562226083
Formato: 16 X 23 cm-Páginas: 112 / com fotos, desenhos e partituras
Ano: 2011-Peso: 220 gr-Projeto gráfico: Alonso Alvarez
Ilustrações: Maracy Sampaio
Edição de partituras: André de Cillo Rodrigues

As fotos que ilustram o livro foram gentilmente cedidas pela Robert-Schumann-Haus Zwickau, através de Mrs. Dr. Hrosvith Dahmen


Li-Sol-30
Fontes:
http://www.ficcoes.com.br/livros/clara.html
Enviado por em 21/03/2009
Licença padrão do YouTube 
 

Um comentário:

Unknown disse...

Eu mesmo não sabia qua Clara Schumann era pianista virtuose e compositora inspirada, apenas que fora esposa do famoso Robert Schumann. Então é mais que justo que a mídia a torne re-conhecida mundialmente não só comc esposa de Schumann mas, como mulher de talento!
Eduardo Mari